Cartunista Maurício de Sousa (Reprodução)
Cartunista Maurício de Sousa (Reprodução)

O cartunista Maurício de Sousa afirmou que a chegada de um personagem LGBTQ+ nos quadrinhos da Turma da Mônica não está tão próximo como imaginávamos. A declaração foi dada em uma entrevista ao Estadão.

Conforme Maurício, o projeto de levar mais representatividade aos quadrinhos realmente existe, mas ele acredita que o assunto ainda é tão receptivo para que seja retratado nas revistinhas.

“Acho que nós não estamos prontos. Nós aqui no Estúdio, que fazemos histórias, não observamos ainda uma transformação e uma aceitação geral desse tipo de comportamento que, para mim, é natural, embora muita gente não ache”, disse o artista.


“É preciso estar junto com o leitor. Quando você está junto, está protegido e em consonância com o público”, completou o cartunista, que tem um filho abertamente homossexual.

Ainda segundo Maurício de Sousa, caso o projeto venha ganhar corpo, ele não deve ser voltado para o público infantil, mas sim para o mais maduro, como nos quadrinhos da Turma da Mônica Jovem.

“Teremos que usar personagens adultos vivenciando uma coisa que já esteja sendo aceita normalmente na sociedade. Não passa disso. Não temos esse personagem. Ele não está em gestação, está no pensamento”, conta.