Maisa dispara: “Padrão de Família mudou”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com 16 anos de idade e 14 de carreira, Maisa Silva estreará no próximo sábado (16). A menina que já é conhecida desde a tenra idade, terá um espaço empoderado destinado só para ela. Segundo a garota, ela englobará todas as famílias.

“Como tenho horário à tarde no SBT, que é um um canal aberto, não teria por quê restringir a presença de certas pessoas no meu programa. Até porque o SBT sempre foi uma emissora para a família, e as famílias são diferentes, não são todas iguais. Temos uma ideia de família padrão, de mãe, pai, filho. Mas hoje em dia as famílias estão mudando e mostrando que onde há amor há família”, revelou aos jornalistas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não quero proibir ou banir certas pessoas de virem ao programa. Quero que todo mundo sente aqui e tenha um papo legal. Quero que pessoas com opiniões diferentes venham aqui”.

Saiba mais: Brasil cai 13 posições no ranking de países seguros para LGBTs

O pensamento com ares progressistas da garota não concerne com a guinada conservadora da emissora. Sobretudo após a vitória de Jair Bolsonaro. Para “reparar o erro”, a emissora  ressuscitou um slogan símbolo da ditadura militar, “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Evidentemente que, isso causaria divergências ao SBT, porque mesmo muita gente insistindo na ideia de que não houve ditadura e sim um regime, mortes e desaparecimento de pessoas são provas cabais. Se há cerceamento de liberdades, há ditadura, não importa se é militar ou do proletariado. A liberdade é inegociável e garante outros direitos. Mas, após repercutir negativamente, a emissora reconheceu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio