Lutador Fabrício Werdum se desculpa após xingamento homofóbico em discussão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fabricio Werdum, atleta brasileiro do UFC, pediu desculpas nas redes sociais após discutir com o lutador Tony Ferguson e chamá-lo de “maricón”. O termo em espanhol é uma palavra pejorativa para se referir aos gays.

“Não tenho nada contra homossexuais, nada contra gays. Acho que todos são iguais, e todos têm os mesmos direitos, independentemente de sua orientação sexual. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Apenas o chamei de todos os nomes que pensei na hora”, afirmou o brasileiro, que admitiu que perdeu a calma durante a discussão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Maricón é uma palavra comum na cultura espanhola e não quis ofender ninguém na comunidade LBG, e se o fiz estou arrependido” escreveu o brasileiro, que lutará em Las Vegas na disputa principal do UFC 216 no próximo sábado (dia 07) enfrentando o norte-americano Derrick Lewis.

Confira o vídeo com o bate-boca entre os dois atletas:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio