Levy Fidelix morre aos 69 anos; político colecionou polêmicas com LGBTs

Sua última disputa eleitoral foi em 2020, quando tentou se tornar prefeito da cidade de São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Levy Fidelix, 69 anos, morreu na madrugada desta 6ª feira para sábado (24) em São Paulo. A nota de falecimento foi reportada por meio das redes sociais do político pela diretoria do PRTB, partido que presidia. Segundo informações, a causa da morte não foi divulgada oficialmente.

Com uma postura mais tradicional, Levy acoplou em sua trajetória política inúmeras polêmicas com a diversidade. Em 2017, Fidelix venceu o processo no qual pedia uma indenização de  R$ 1 milhão em decorrência de declarações polêmicas sobre homossexuais proferidas por ele durante a acirrada disputa eleitoral de 2014. O Tribunal de Justiça de São Paulo derrubou a sentença que preceituava que Levy e seu partido deveriam arcar com o valor pedido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na ocasião, em um embate com a candidata Luciana Genro (PSOL), o candidato do PRTB foi indagado sobre o motivo de não aceitar configurações de famílias homoafetivas. Nesse sentido, respondeu que “aparelho excretor não reproduz”. Levy ainda incitou que os eleitores conservadores, que seriam majoritários, deveriam, de forma destemida, enfrentar minorias. O temperamento intempestivo regado a princípios bíblicos e conservadores tornaram Levy uma celebridade na época.

“Não podemos jamais, eu que sou um pai de família, um avô, deixar que tenhamos esses que aí estão achacando a gente no dia a dia […] Vamos ter coragem. Nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria, não ter medo de dizer que sou pai, mamãe, vovô e — o mais importante — que esses que têm esses problemas que sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente, porque aqui não dá”, disse. A justiça categorizou tais falas como liberdade de expressão.

Sua última disputa eleitoral foi em 2020, quando tentou se tornar prefeito da cidade de São Paulo e reuniu apenas 11.960 dos votos, o que corresponde a 0,22% do total. Nas redes, no Twitter de Fidelix diz – “É com profunda dor e pesar que o PRTB, por sua diretoria, comunica o falecimento do nosso líder, Fundador e Presidente Nacional, Levy Fidelix, ocorrida nesta data na cidade de São Paulo. Descanse em paz homem do Aerotrem!”. Aerotrem em referência a um trem-bala que ligaria São Paulo e Rio de Janeiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio