Karol Lannes (Reprodução)
Karol Lannes (Reprodução)

No transcorrer do mês de agosto o tema Visibilidade Lésbica ficou no pódio no universo da diversidade, e não era para menos. Tanto o Orgulho lésbico como a Visibilidade Lésbica são comemorações feitas neste mês. Desta vez, quem trouxe o tema à tona foi Karol Lannes, a Ágatha de Avenida Brasil.

“Me assumir foi a grande chave que virei na minha vida, e sendo uma pessoa pública ela foi dividida em dois momentos, sair do armário pra minha família e posteriormente pra mídia. Eu fui criada em um ambiente que sempre teve o diálogo como principal pilar familiar”, começou a atriz.

“Acabei contando sobre minha sexualidade depois de chegar de uma festa com uma marca no pescoço, meu pai começou o famoso discurso de gravidez na adolescência e eu logo soltei que havia sido uma menina”, continuou.


“Acredito que meus pais tenham sofrido coisas inimagináveis por conta das suas próprias sexualidades. Houve um receio inicial da parte deles de que eu sofresse o mesmo, mas sempre houve apoio e compreensão. Porém, infelizmente, não fui eu quem contei pro resto da minha família! Foi a mídia”, destacou.