Jovem trans é espancada por 3 homens: “Falavam que ‘viado’ vai para o inferno”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais um crime envolvendo pessoas trans repercutiu e causou repúdio. Uma jovem trans, de 21 anos, foi espancada por 3 homens em São Carlos (SP). A jovem falou sobre o ocorrido, em entrevista ao G1.

“Ele me puxou e quando ele foi me arrastando já tinha duas outras pessoas esperando lá. Um com um taco cheio de prego e outro com uma faca”, contou ela, que foi surpreendia quando voltava da casa de um amigo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Foi aí que começaram as agressões. Cortaram minhas duas orelhas, me deram vários golpes com faca na cabeça, nas costas”, relembrou. Ela teve os cabelos arrancados, as orelhas decepadas e recebeu várias facadas pelo corpo.

“Eles falavam que viado vai para o inferno, que eu ia morrer, que não ia mais dali mais”, relatou em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, nesta quinta-feira (4). Além do mais, o crime segue em diligência para identificação e prisão da autoria.

Sempre que uma pessoa chega no estado em que ela chegou, obrigatoriamente o sistema de saúde tem que comunicar as autoridades. O que a gente tem conhecimento é que nem a UPA e nem a Santa Casa comunicaram, agora a gente, enquanto Comissão da Diversidade Sexual, a gente vai oficiar a Secretaria de Saúde para apurar se realmente teve essa negligência ou não”, disse a presidente da comissão Diversidade Sexual e Igualdade de Gênero da OAB, Camila Marques.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio