Jovem é esfaqueado no metrô; namorado diz que foi homofobia

Tiago agradeceu o apoio que recebeu das pessoas após relatar o episódio

Publicado em 10/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na estação Paulista, da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, um rapaz foi esfaqueado após uma discussão que, segundo o seu namorado, teria motivado as agressões. O desentendimento foi com um homem e uma mulher, e o namorado da vítima, Tiago Moraes, alega homofobia.

“Meu namorado quase perde a vida, quase é mais uma vítima de homofobia e isso não vai ficar assim. Se a gente não atrás, quem vai?”, questionou Tiago em um vídeo divulgado em seu Instagram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Após discussões, um homem, que estava em posse de uma arma branca, feriu o jovem. A Concessionária prontamente encaminhou a vítima ao Hospital das Clínicas e o agressor ao 78º DP (nos Jardins) para registro do Boletim de Ocorrência”, informou a ViaQuatro em nota enviada para imprensa.

A ocorrência registrada pela empresa diz ainda – “após um desentendimento entre dois homens, que se iniciou nas escadas de transferência da estação Consolação com a estação Paulista, motivado pelo desligamento indevido de uma escada rolante”.

Tiago agradeceu aos seguidores – “Estou bem cansado, mas estou grato pela vida do meu namorado. Que ele está vivo. (…) O que ele fez vai ser pago, mas eu fico até sem palavras para agradecer”, disse. “Fiquei muito traumatizado. É um susto que a gente vivencia. Mas sou muito grato a Deus e a vocês que me ajudaram a compartilhar”, acrescentou.

Vítima ainda está internada, mas não corre riscos mais graves. Em nota solene, a Secretaria de Segurança Pública informou – “a natureza da ocorrência poderá ser modificada, caso novas informações e/ou evidências sejam constatadas no curso das investigações”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio