Leandro Narloch
Leandro Narloch (Foto: Reprodução)

Leandro Narloch deu uma aula de ignorância ao vivo nesta semana, na CNN, após usar pesquisas imaginárias para se basear em dados bem ultrapassados sobre o vírus HIV, além de ter usado o termo “opção sexual”, como um grande inútil.

Depois de toda polêmica nas redes sociais, segundo jornalista Fefito, do portal UOL, o comentarista está fora da emissora, e teve a sua demissão mais que confirmada nesta sexta-feira (10).

Ainda pelas redes sociais, o jornalista tentou se justificar, e falou ainda mais besteiras. “Lamento se o comentário pareceu a alguns homofóbico ou preconceituoso. Fiquei muito triste com isso. Não gosto de homofobia e me incomodo bastante em ser rotulado assim“, disse ele.


“Continuando o desabafo ridículo, Leandro argumentou: Alguns reclamaram do termo “opção” e não “orientação” sexual. Aí discordo. Acho que existem as duas coisas: gays e lésbicas que o são por orientação e outros que optaram. Mas não tenho certeza sobre isso, é uma boa discussão para o futuro. 4/5″, concluiu.