O jornalista Matheus Ribeiro
O jornalista Matheus Ribeiro no Jornal Nacional (Reprodução)

O jornalista Matheus Ribeiro está ganhando cada vez mais notoriedade. Ele, que vai ser o primeiro gay na bancada do Jornal Nacional, viu seu nome em evidência, sobretudo pela sua orientação sexual. Segundo ele, isso não deveria ser mais questionado.

“Eu não queria minha vida exposta, mas um site sensacionalista usou uma imagem nossa, com os rostos borrados, e publicou a seguinte manchete: ‘Âncora do JN vive romance gay com policial do BOPE’. Achei aquilo um absurdo. Não faz a menor diferença eu ser gay ou ser hétero. Só espero sinceramente o dia que isso não seja mais uma notícia”, disse.

Recentemente, em entrevista ao Observatório da TV, reconheceu que representa uma evolução do pensamento da sociedade, mas, com modéstia, enfatiza que não está fazendo história.


“Não acho que eu esteja fazendo história, mas sim, sendo parte de uma evolução da sociedade, que passa a considerar o que de fato é devido no ambiente profissional. Características como nossa cor, nossa idade, nossa sexualidade não devem ser benefício e muito menos impedimento para que alguém alcance seus objetivos”, diz ele, que levou o namorado para conhecer a Globo.