Jogadora da seleção, Cris Rozeira relata lesbofobia após nascimento do filho

Jogadora da Seleção Brasileira, contou, em entrevista, muitas coisas referentes à sua nova fase,

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cris Rozeira, jogadora da Seleção Brasileira, contou, em entrevista, muitas coisas referentes à sua nova fase, juntamente com a sua esposa, Ana Paula Garcia. Após fotos do nascimento do filho, o pequeno Bento, que veio ao mundo em 26 de abril, a jogadora recebeu algumas mensagens odiosas, mas as positivas foram majoritárias.

Mesmo a gente recebendo mensagens como ‘Ai, mas cadê o pai?’ ou ‘Olha, é a cara do pai’, a gente conseguiu atingir muitas pessoas e recebemos muito carinho, muito respeito, muitas mensagens positivas“, disse a jogadora que conversou com Universa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Então eu acho que a gente acaba levando para as pessoas essa mensagem de elas acreditarem que podem encontrar uma pessoa para construir a vida, de acreditar que, sim, você pode ser mãe com outra mulher ou pode ser pai com outro homem, deixou claro.

Sobre a exposição, a esportista destaca que, explicitar seus momentos, é uma forma de encorajar outras pessoas. É porque eu acho que tem muitas pessoas que se identificam com a gente. A gente sabe que existem muitas mulheres e muitas adolescentes que têm dificuldade de aceitação dos pais ou então que acham que ‘Ah, não, eu nunca vou encontrar uma pessoa com quem eu vou conseguir ter uma família, porque talvez isso não seja possível’. E eu e a Ana a gente traz muito isso para as pessoas. Recebemos muitas mensagens de pessoas dizendo ‘Meu Deus, tem como ser feliz, sim. Tem como dar certo, tem como encontrar uma pessoa bacana, tem como eu ser mãe com outra mulher’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio