Internautas criam perfis fakes no Grindr e Tinder para políticos anti LGBT

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na Austrália, usuários de aplicativos de relacionamento estão criando contas falsas para protestar contra os políticos que são contra a legalização do casamento gay no país.

Ativistas LGBTs estão sendo acusados de terem postados fotos e de se passarem por pelo menos dois políticos anti-LGBT australianos: Andrew Broad, representante de Mallee no partido político Nationals e George Christensen, membro do partido Liberal National Party of Queensland. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Capitão Planeta sai em defesa dos gays na Australia

Perfil falso trazia a foto de Andrew Broad com o nome trocado (FOTO: PinkNews)

Em seu perfil fake do Tinder, Broad afirma ser um político “de cabeça aberta e descontraído” e também ser um “cara da cidade de Canberra” além de ser um profissional autônomo. Já o perfil fake do político Christensen apareceu no aplicativo de encontros casuais Grindr.

Nos próximos meses através de uma decisão popular realizada por correio, os cidadãos australianos decidirão se o casamento gay no país será legalizado.

Que forma de protesto curiosa dos australianos né? Imagina se isso vira moda por aqui? Bolsonaros e Felicianos que se cuidem!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio