Júnior Lima (Foto: Reprodução)

A atriz Bruna Thedy, que viveu Ritinha no seriado Sandy e Júnior, sucesso entre 1999 e 2002, revelou algumas coisas dos bastidores em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Entre suas revelações, a famosa confessou que ficou com o cantor nos bastidores da gravação. “A gente acha que foi alguém da produção. Na época, a gente não tinha maldade nem traquejo”, completou ela, reiterando que o envolvimento não foi nada sério: “Era coisa de curtir. Não tinha qualquer tipo de compromisso”.

A atriz destacou ainda sobre as especulações a respeito da orientação sexual do irmão de Sandy. Segundo ela, cada hora Junior era rotulado de uma coisa diferente.“A gente ficou no primeiro ano do programa. Descobriram na época, e eu não sei como. Porque era superescondido. Começaram a me ligar, foi uma situação. Eu, com 16 anos, não sabia como lidar. Virou um escarcéu, porque tinha toda essa coisa por trás do Ju. Uma hora ele era gay e na outra ficava com todo mundo. Era f*da”, disse.


Vale frisar que o próprio Junior já desabafou em relação à sua sexualidade. “Eles me chamavam de gay quando eu era mais moleque. Por causa daquela música ‘Vai ter que rebolar’. Eu era criança. Hello?! Nunca tive problema em provar para ninguém que eu era maaaacho. Quando eu falei na CAPRICHO que eu não era mais virgem, pararam de falar que eu era gay“, disse o artista.