Igor Cosso, ator de Salve-Quem Puder revela como descobriu sua sexualidade

Ator revelou que namorou mulheres até os seus 18 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator Igor Cosso, de 30 anos, que interpreta o personagem Júnior em Salvese Quem Puder, revelou como descobriu sua homossexualidade na juventude. O ator contou que namorou mulheres até completar 18 anos, quando se interessou por um amigo.

Em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, revelou que teve relacionamentos longos com mulheres na adolescência, até descobrir a sexualidade. “Eu namorei mulheres até os meus 18 anos. Tive relacionamentos longos. Até que me apaixonei por um amigo. Minha descoberta foi a partir desse amor, e a gente acabou ficando junto. […] Depois que você vai ficando mais velho e faz terapia, começa a se lembrar de momentos da infância. Com 10, 11 anos, já tinha situações em que eu estava gostando muito de um amiguinho e não conseguia entender o porquê.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele revelou que entender a própria identidade foi um processo nada doloroso. “Quando aconteceu comigo, eu fui muito tranquilo em relação à minha sexualidade. Pensei: ‘É disso mesmo que gosto, e gosto bastante’. E me permiti viver”, constatou ele, que torce por um personagem gay na TV. “Acho que seria uma consagração de tudo o que vivi“, disse o intérprete o irmão de Kyra (Vitória Strada) na novela das sete da Globo.

Igor, que assumiu o relacionamento com Heron Leal em julho de 2020 e que pretende passar a morar junto com o namorado até o final deste ano, falou sobre o alívio após o anúncio. Ele também contou que chegou a perder muitos seguidores por postar fotos do casal nas redes sociais.

Quando posto uma foto mais carinhosa, ainda perco seguidores, mas, ao mesmo tempo, tem muita mensagem de carinho e apoio. Isso transformou minha vida. No meu Instagram, busco levar leveza e mostrar que o meu amor é igual a todos os outros. O amor não tem sexo nem raça. Essa coisa de seguidores não me importa hoje em dia. O que me importa é que, quando a gente postar, as pessoas se sintam representadas e incentivadas. Isso não tem preço“, conta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio