Hotéis de Brunei apagam redes sociais após repercussão negativa de novo Código Penal

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A repercussão negativa de Brunei, após a implantação do Código Penal, que prevê a morte por apedrejamento aos homossexuais, causou uma comoção internacional. Até um boicote passou a ser promovido por diversos setores aos hotéis administrados pelo sultão Hassanal Bolkiah, responsável pelo governo.

Por conta da enxurrada de críticas vindas do mundo todo, essas instituições decidiram deletar suas redes sociais. A decisão levou em consideração os países no qual operam, onde a homossexualidade não é considerada crime.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A companhia aérea Virgin Airlines, cortou as relações com país. A ONU também se posicionou contrária a medida. A entidade repudiou a medida do governo classificando-a como grave violação dos direitos humanos.

Famosos também se posicionaram contra Brunei, como a cantora Dua Lipa e o ator George Clooney. “Cada vez que nos hospedamos ou jantamos em qualquer um desses hotéis. Colocaremos dinheiro diretamente nos bolsos de homens que escolheram apedrejar e chicotear até a morte gays ou acusados de adultério.”, declarou Clooney.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio