Homem trans dá à luz a primeira filha e celebra: “Gerar minha filha, fez minha vida ter sentido”

Rodrigo Bryan e Ellen Carine deram as boas vindas à primogênita Isabella Vitória

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um homem trans deu à luz sua primeira filha na madrugada de terça-feira (6), em Minas Gerais. Rodrigo Bryan e Ellen Carine deram as boas vindas à primogênita Isabella Vitória, em um hospital em Montes Claros. Para celebrar a gestação, o casal criou um perfil chamado Gestação Trans, para compartilhar com os seguidores os detalhes até o nascimento da filha.

Através da rede social, a família posou ao lado da equipe médica que realizou o parto em Rodrigo e agradeceram: “Não temos palavras para descrever o quanto somos gratos por todo esse carinho e atenção dessa equipe“. Com a chegada da filha, eles aproveitaram para compartilhar com os seguidores os momentos felizes em família.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rodrigo Bryan e Ellen Carine aproveitaram e postaram a primeira foto da filha nas redes sociais. “Hoje não gostaria de falar sobre estatísticas, mortes ou nada do tipo. A vida venceu, a Esperança surge no horizonte e ela é linda, vinda como aquela brisa que alivia o calor, aquele gole de água, o primeiro que a alma agradece. Lembro que há muito vejo uma nuvem pesada no céu, mas um raio de sol apareceu em meio às nuvens, seu nome? Isabella Vitória e que de seu nome, carrega uma marca, ela é a vitória, de seus pais, dos amigos e de toda uma comunidade“, escreveu.

O nascimento renova a vida, traz forças, imbui superação e mais do que isso, renova a aliança com a vida, com seus pequenos dedos carrega a vida de duas pessoas que lutaram para estar onde estão hoje, seu coração carrega a força de um amor tão grande que supera a tudo, seus olhos apontam para um novo futuro, uma nova ótica, um novo olhar, um novo mundo. Esse fardo não é pesado demais para ela carregar? Isabella carrega a esperança de uma comunidade inteira e cada pessoa dessa comunidade estará por ela. Isabella jamais estará sozinha, ela tem a mim e a muitos como eu. Hoje a vida venceu, a Vitória nasceu e para a tristeza, só tenho uma coisa a dizer: hoje não tristeza, hoje não“, afirmou.

Tenho certeza que o sentido da minha vida foi ter quebrado vários tabus como homem! Ser um homem trans e poder gerar minha filha fez minha vida ter sentido, abriu minha mente pois aquela postura de ser um homem comum sumiu e pelo fato de gerar minha filha ñ me fez menos homem que os outros pelo contrário me fez amadurecer olhar pra frente e ver que estar grávido vai além de qualquer medo, preconceito e gênero pois o amor vem em primeiro lugar!“, dizia a legenda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio