Homem gay é brutalmente assassinado por irmãos no Irã; família alega ‘crime de honra’

Ainda, de acordo com relatos, Alireza estava prestes a fugir do Irã

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo informações da Gay Times, Alireza Fazeli Monfared, de 20 anos, foi morto por seu irmão e primos em um “crime de honra”, que ainda é tipificado em muitos países, quando os mesmos atrelaram o fato de o jovem ser expulso do exército à homossexualidade.

No caso específico de Alireza, militares iranianos o rechaçaram da corporação depois de descoberta a homossexualidade. No Irã, o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo são puníveis com prisão, punição corporal ou execução.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Depois de decapitá-lo, a família jogou o corpo deste pobre homem debaixo de uma árvore fora da cidade de Ahwaz”, tuitou Masih, jornalista do país. Ainda, de acordo com relatos, Alireza estava prestes a fugir do Irã para se juntar ao namorado, que é um refugiado na Turquia e o esperava.

No início deste ano, um relatório da ONU divulgado pelo portal Pink News, destacou que o Irã tem utilizado tortura por choque elétrico em crianças LGBTs, dentre outras violações dos direitos humanos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio