Mulher processa ex por lhe ter escondido que era homossexual
Mulher processa ex por lhe ter escondido que era homossexual

Um homem foi processado na Valência, Espanha, após, supostamente, ocultar a homossexualidade da ex-mulher. O Tribunal espanhol reconheceu que Javier Vilalta não agiu de má-fé, contudo, a magistrada entendeu que “houve ocultação àquela que seria sua esposa, de relação e prática homossexual antes do casamento”.

Segundo o advogado Javier, sua ex-esposa sabia que ele já havia se relacionado com homens, contudo, a situação ganhou uma nova roupagem quando a mulher descobriu, por intermédio de amigos, que seu marido mantinha as práticas, também, durante o matrimônio.

Além do mais, a juíza decidiu que “pelo fato de a decepção pessoal não ser financeiramente compensável, a compensação […] deve ser reduzida para € 1.000 por cada um dos três anos que durou o casamento”.


Ainda, a bissexualidade do rapaz, visto que ele se relacionava com homens e mulheres, não foi citada nos autos. O advogado de Javier enfatizou que irá recorrer da sentença proferida pela juíza, que considerou que a autora da ação demonstrou respeito pela homossexualidade do ex-marido, mas apenas quer seus direitos.