Homem é condenado a 19 anos de prisão por assassinar transexual em Sergipe

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um homem foi condenado nesta quinta-feira (4), a 19 anos de prisão após pelo assassinato da transexual Denise Melo, de 52 anos, no Conjunto Augusto Franco, zona sul de Aracaju. O caso aconteceu no ano de 2017 e desde 2018 o criminoso está preso.

Mesmo sendo aprovada a lei que equipara a LGBTfobia ao crime de racismo, no julgamento que foi realizado no Fórum Gumersindo Bessa, o homem foi condenado por crime hediondo e homicídio duplamente qualificado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conforme informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), Denise estava em casa, quando foi surpreendida por um homem que invadiu a sua casa e fez vários disparos de arma de fogo. No ocorrido, seu namorado também foi atingido, mas sobreviveu.

Na época o crime repercutiu bastante nas rede sociais, causando uma grande comoção na comunidade sergipana. Denise era considerada por muitos da cidade como uma das primeiras transexuais do estado de Sergipe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio