Homem de 40 anos morre de Covid-19 após ir a festival gay em Miami

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Homem de 40
anos morre no condado de Miami-Dade que registra suas duas primeiras mortes
relacionadas ao coronavírus, e uma delas foi identificada em um homem sem
problemas ou complicações de saúde anteriores, de acordo com membros da
família.

Segundo noticiou o site WSVN, Israel Carreras sucumbiu ao vírus depois que seus amigos disseram que ele o contraiu durante o Festival de Inverno em Miami Winter Party, ocorrido no dia 10 de março, onde vários outros casos do vírus apareceram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Franco
Conquista, o parceiro da vítima, disse que, a princípio, ele se isolou em casa,
mas ficou progressivamente mais doente e foi ele foi levado ao hospital.

“Ele
começou a se sentir mal depois do evento”, disse Conquista. “Nós fomos
juntos. Eu fui para a casa dele, cuidando dele por dois dias, e eu também tinha
o vírus. Ele não conseguia respirar, então fomos ao hospital onde ficou quatro
ou cinco. Lá o colocaram para dormir porque ele estava realmente agitado e ele
nunca mais acordou.”

Segundo
familiares, Carreras, que é cubano, morava em Miami e era bem conhecido na
área. Amigos o descreviam como um trabalhador que trabalhava cerca de 14 horas
por dia em um armazém e como motorista do Uber, para que ele pudesse economizar
dinheiro para enviar para sua família em Cuba.

“Só
quero que as pessoas saibam que isso é sério”, disse Conquista. “Eles
precisam ficar em casa. Isso não mata apenas pessoas idosas. Esse pobre garoto
tinha apenas 40 anos de idade. O vírus pode matar qualquer pessoa, então fique
em casa e pense em outras pessoas. Só porque você não é afetado diretamente,
não significa que as pessoas não sofrem com isso.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio