Havaianas
Havaianas - campanha com bandeira LGBT errada - imagem reprodução Instagram

Em campanha com ONG, as Havaianas lançaram linha de sandálias com bandeira LGBT+, mas uma bandeira com 8 cores e não a tradicional bandeira de 6 cores. A saber a bandeira com 8 cores não teve vida por 6 meses após sua criação histórica.

Lembramos que para usar 8 cores, o acréscimo tem valor racial, sendo as duas novas cores o marrom e o preto. Usar o ANIL e o ROSA na bandeira hoje demonstra não apenas uma desatualização histórica, mas total falta de entendimento das razões pelas quais as cores foram mudadas.

A ativista Maira Reis, entre outras centenas de seguidores da marca, se questionaram sobre como uma campanha está ligada à uma importante ONG.


View this post on Instagram

Vamos lá: desenhando para @havaianas: cara, quem disse que a bandeira LGBT+ tem 8 CORES? E mais: como vocês colocam um produto desse para vender em parceira com uma ONG LGBT+? Como assim que ela não viu que isso está errado? Primeiro, a bandeira LGBT+ já mudou das 8 cores para 6 e eu expliquei em um post aqui o porquê. Na boa, não vou dar aulinha de história do movimento de novo não. Faça-me o favor de ir lá ler. Segundo: SE VOCÊS querem usar as 8 CORES, por favor, atualiza aí a equipe de marketing e design para irem no Google e aprenderem que as 8 cores são o MARROM E O PRETO, trazendo visibilidade para questão interacial. Usar o ANIL E O ROSA na bandeira hoje não demonstra não que vocês estão resgatando a bandeira histórica, onde tudo começou. Mas sim que vocês estão MEGA DESATUALIZADOS, não entendem o porquê historicamente já mudamos das cores e quais são as alterações que estamos fazendo HOJE. A sensação de retrocesso é tão grande que eu sinto como se vocês estivessem nos chamando de GLS. E que pena que isso ainda é assinado por uma ONG, que, ao meu ver, ainda é uma das "mais legais". Ou seja, a merda também está respingando na imagem da mesma. Bela bosta! P.S.: Fica a pergunta: vocês vão fazer só isso com essa ONG ou tem um planejamento anual de ações com ela?

A post shared by M A I R A R E I S 🏳️‍🌈 LGBT+ (@mairareiss) on

A marca ainda não fez nenhum posicionamento em suas redes sobre a escolha errada para sua campanha, que, sim, tem excelente cunho e proposta inclusiva, mas peca em contexto histórico e representatividade.