Halle Berry (Reprodução)
Halle Berry (Reprodução)

Em uma entrevista no Instagram Live na sexta-feira (3 de julho), a atriz vencedora do Oscar Halle Berry disse a seus seguidores que estava se preparando para um papel “onde a mulher é uma personagem trans, a reação do público foi imediata.

“Ela é uma personagem de um projeto que eu amo estar fazendo”, disse Berry, antes de acrescentar que queria mergulhar fundo nesse “mundo”, provavelmente se referindo à comunidade trans.

Berry recebeu uma reação generalizada da comunidade LGBTQIA+ e da grande mídia, que questionaram por que uma atriz cis estaria desempenhando o papel de um personagem trans, quando tão poucos atores trans conseguem conseguir papéis na tela grande.


A estrela também foi criticada por se referir ao personagem como uma “mulher” quando ele é um homem trans. Na segunda-feira (6 de julho), Berry pediu desculpas à comunidade trans e se retirou do papel. Lembramos que este ano, em abril, a atriz foi alvo de ataques homofóbicos ao postar foto de seu filho brincando de salto alto.

Em uma declaração publicada na mídia social, ela disse: “Como mulher cisgênero, agora entendo que não deveria ter considerado esse papel e que a comunidade transgênero deveria inegavelmente ter a oportunidade de contar suas próprias histórias.

“Sou grata pela orientação e conversa crítica dos últimos dias e continuarei ouvindo, educando e aprendendo com esse erro. Juro ser uma aliada no uso da minha voz para promover uma melhor representação na tela, tanto na frente quanto atrás da câmera”.

A organização de direitos LGBTQ +, GLAAD, disse estar “satisfeita por Halle Berry ter ouvido as preocupações das pessoas trans e ter aprendido com elas” e que outras “pessoas poderosas” da indústria deveriam “fazer o mesmo”.