Grindr pode ganhar função que diz se usuário teve Covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os usuários do Grindr podem ganhar em breve um novo recurso para seus perfis. Uma empresa de software acaba de introduzir um “Digital Health Passport” que pode ser vinculado ao perfil de encontros para mostrar que os usuários têm COVID-19-negativo.

O Daily Mail relata que a VST Enterprises, com sede em Manchester, Reino Unido, anunciou que várias empresas de aplicativos entraram em contato com sua empresa sobre uma nova tecnologia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O referido
técnico permitiria que um médico ou enfermeiro subisse os resultados de um
teste de COVID-19 padronizado no perfil de saúde do usuário. Esse perfil seria
vinculado ao perfil de namoro, permitindo que pessoas vejam seus resultados.

O perfil
também incluiria uma contagem regressiva para quando o usuário precisaria de um
teste de acompanhamento. “Acreditamos que o passaporte digital de saúde
juntamente com os kits de teste aprovados pelo governo sejam a chave para
remover as restrições de bloqueio de maneira gradual e controlada”, diz Louis-James
Davis, CEO da VST Enterprises.

A tecnologia,
conhecida como “pass-COVI”, também pode incluir viagens aéreas recentes ou
visitas a grandes locais como arenas esportivas. A VST também anunciou os 15
primeiros países a receber a tecnologia: Itália, Portugal, França, Panamá,
Índia, EUA, Canadá, Suécia, Espanha, África do Sul, México, Emirados Árabes
Unidos e Holanda.

Os primeiros
50 milhões de passaportes começam a ser enviados na próxima semana, embora a
escassez de testes em diferentes regiões – incluindo os EUA – possa prejudicar
a eficácia, pelo menos no lançamento inicial.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio