Gaê lança webdocumentário sobre sexualidade homoafetiva na terceira idade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O artista brasiliense Gaê lança webdocumentário “Amor e o Tempo” que, com o apoio da ONG Eternamente Sou, traz entrevistas com LGBTs que contam sobre suas juventudes em um tempo em que a sexualidade não-normativa era mais reprimida.

O filme abre uma janela para a sexualidade na terceira idade como uma realidade que também permite outras possibilidades no amor e no sexo para além da heterossexualidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Por mais válida que seja a referência a qualquer assunto nas artes, precisamos ter o cuidado de garantir a representatividade nas pautas, dando espaço às pessoas que o vivenciam se expressem, se não na arte, pelo menos junto à arte.

Nesse webdocumentário quis trazer para o tema um olhar não só romantizado na arte – porque sempre é ficcional – mas também um olhar mais documental da realidade dessas pessoas para ajudar a criar um panorama ainda mais diverso sobre o assunto”, conta Gaê.

Entre mulheres lésbicas e homens gays, o alinhavar dessas histórias revela contrastes e semelhanças que nos ajudam a pensar o futuro que estamos criando para jovens LGBT hoje e urgem para a importância de se conectar às gerações anteriores com a atual.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio