Paris Jackson
Paris Jackson (Foto: Reprodução)

Na última semana, através da série de vídeos do documentário “Unfiltered: Paris Jackson e Gabriel Glen”, transmitida pelo Facebook Watch, a herdeira do falecido astro do pop Michael Jackson, Paris Jackson, decidiu falar mais sobre a sexualidade. Segundo a atriz, ela jamais pensou que terminaria vivendo um relacionamento sério com um homem.

Ainda segundo Paris, seu pai era uma pessoa evoluída e entendia o comportamento dos filhos. “Meu pai me criou com a mente muito aberta”, contou. “Eu tinha oito anos, estava apaixonada por uma mulher de uma capa de revista. Em vez de gritar comigo, como a maioria dos pais homofóbicos, ele simplesmente dizia pra mim, tipo, ‘Oh, você arranjou uma namorada’.

Recentemente, Paris também falou para a revista People sobre a sua sexualidade e o tabu de seus avós negros ligados à religião evangélica, aceitarem a sua orientação. “Não tem nada a ver com o que está em suas calças. Não tem nada a ver com a composição do seu cromossomo X ou Y, é literalmente apenas, é sobre como você é como pessoa. Eu não me consideraria apenas bissexual porque namorei mais do que apenas homens e mulheres”, contou a famosa.


Para Paris Jackson, sua vida é mais difícil quando se trata dos seus avós, que seguem a religião Testemunha de Jeová. “A homossexualidade em geral é muito tabu na comunidade negra, então, além do aspecto religioso, era algo que eu sentia que precisava reter por um tempo”, revelou.