Festinha gay em Nova York quebra regras de isolamento e revolta web

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma festinha gay no centro de Nova York deu o que falar essa semana, visto que uma das cidades mais arrasadas pela pandemia de Covid-19 está em total distanciamento social. Mas parece que os participantes não se importaram e fizeram muitos stories, causando revolta.

O site Cocktails And Cocktalk conseguiu falar com o DJ que tocava na Festinha gay e perguntou por que, além de dar a festa, ainda marcou os participantes em suas redes sociais. O DJ tentou defender seu feito com um post nas mídias sociais:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Apenas para esclarecer as coisas, fui convidado para fazer uma pequena festa em casa. Tenho tomado todas as precauções, uso uma máscara e lavo as mãos com muita seriedade para impedir a propagação”.

Infelizmente,
o DJ Alec Brian foi engolido por suas próprias mentiras, pois os vídeos mostram
claramente que ele não está se distanciando socialmente ou usando sua máscara. Ele
continuou: “Como muitos de nós agora estamos desempregados, tive a oportunidade
de me valer de algum dinheiro necessário para pagar minhas contas”.

Os internautas reagiram e descobriram que, inclusive, o DJ postou um convite nas redes para que qualquer pessoa pudesse ir à festa postando uma faixa pré-mixada da sequência que tocaria.

Nenhum tipo de denúncia foi feita sobre a aglomeração, exceto a revolta de pessoas no Twitter alertando para o isolamento social e recriminando a atitude do grupo. Nos tempos de pandemia, festinha gay deve ser realizada online.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio