Fantasma, dinheiro? Confira 4 fetiches inusitados

O termo fétiche vem do francês que, por sua vez, é oriundo do português “feitiço”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma coisa que para muita gente pode se correlatar imbativelmente com o orgasmo são os famosos fetiches. Alguns mais comuns outros bem mais, digamos, ‘extraordinários’. O fato é que este universo sobrenatural é tão poderoso, que, mesmo que para você represente algo trivial, para o fetichista pode ser o estopim no despertar dos prazeres mais loucos.

Os fetiches são discutidos em diversos âmbitos, porque falam de prazer, dos desejos profundos do ser humano, da psique e podem representar traumas dentre muitos fatores. Confira quatro fetiches inusitados, isto é, que fogem do que categorizamos de comum.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Coimetrofilia – Atração por transar em cemitérios. Mas calma, sem utilizar os corpos, somente o uso da localidade. Talvez pela atmosfera de mistério e silêncio que um ambiente como esse naturalmente emana.

Crematistofilia – É o fetiche/excitação sexual ao dar dinheiro, ser roubado, chantageado ou extorquido pelo parceiro.

Espectrofilia – A espectrofilia é atração sexual por fantasmas ou excitação sexual a partir de imagens em espelhos.

Hierofilia – Sem ter o intento de difamar ou vilipendiar a religião de alguém, os que nutrem esse fetiche têm uma atração por objetos religiosos ou ambientes religiosos. Desse modo, o erotismo vem justamente com essa atmosfera de estar em um lugar tido como santificado. Essa mescla de sensualidade profana deixa os adeptos desse fetiche no céu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio