Max Souza
Max Souza (Foto: Reprodução)

Com a revelação dos novos brothers do BBB, o Mister Brasil Gay, Max Souza comentou sobre a representatividade maior na nova edição. Ele celebrou mais negros dentro do confinamento, mas lamentou a falta de trans no elenco.

São 21 edições e só tivemos uma mulher trans, por exemplo, isso precisa mudar. Sobre gays e lésbicas, normalmente são 1 por edição, precisam de mais. A comunidade LGBT precisa se ver na TV e entender que pode ocupar aquele espaço”, disse ele.

Já sobre influenciadores negros como Camilla de Lucas e Lukas Penteado na atração da TV Globo, o muso afirmou que já é um processo de evolução. “Estamos evoluindo, mas precisamos de mais”, falou ele.


Vale citar que, nos últimos meses, o influenciador organizou um projeto inteiramente voltado para o cenário LGBTQIA+. “É um período complicado para todos, e o público LGBT, um dos mais vulneráveis, também são os que mais sofrem”, falou ele.