Ativista LGBT e Craque Neto se juntam contra LGBTfobia; militante cita Sikêra

O ativista Agripino Magalhães e o craque Neto gravaram um vídeo

Publicado em 27/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A criminalização da LGBTfobia, termo mais abrangente, tomou forma após em 13 de junho de 2019, o Supremo Tribunal Federal, Corte Suprema no Brasil, em julgamento inédito, por oito votos a três, entender por criminalizar a LGBTfobia, que essencialmente é o ódio contra pessoas que se categorizam como LGBT+.

Aliás, o combate à discriminação e violações aos direitos da população LGBTI em São Paulo acaba de ganhar um reforço. Nesta sexta-feira (27/08), o Portal 156 começa a atender denúncias de LGBTIfobia em seu canal digital.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesse sentido, o ativista Agripino Magalhães e o craque Neto gravaram um vídeo sobre o tema. O apresentador esportista deixou claro que continuará a ser um veemente apoiador da causa da diversidade.

Ao Observatório G, Agripino ressaltou que pensa em processar Sikera novamente, por conta de comentários inapropriados proferidos pelo apresentador do programa policial. O militante alega discriminação e difamação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

G Store

MOLETOM PRIDE BRASIL

Comprar

SUNGA COLORS

Comprar

CAMISETA PRIDE HEART - LONG

Comprar

BONÉ PRIDE HEART

Comprar

MOCHILA PRIDE BRASIL

Comprar