Leo Áquilla
Leo Áquilla (FOTO: Reprodução/Instagram)

Após o caso de racismo que ocorreu nesta semana em A Fazenda 11, no qual a modelo Sabrina Paivai foi chamada de “macaca” por um funcionário da emissora, Léo Áquila revelou também ter passado por algo parecido.

Durante o programa A Tarde é Sua desta quarta-feira (6), Léo afirmou que durante sua passagem pela quinta temporada do reality rural, ela foi alvo de transfobia por parte da produção do programa.

“Na ocasião, ouvi claramente pelo headset eles me chamando de traveco e um falando um para o outro: ‘olha ai o que você gosta’. Fiquei quieta porque era tão surreal aquilo que você não sabe nem como reagir e deixei passar. No dia seguinte fui fazer uma obrigação de limpar o cavalo e ouvi uma coisa que eu não posso repetir aqui porque foi tão baixo que aí eu explodi”, contou Léo Áquila .


Assim como aconteceu com a namorada de Rodrigo Phavanello, Léo disse que chegou a receber um comunicado da TV Record, onde a emissora teria afirmado que os funcionários envolvidos no caso haviam sido dispensados.

“Pra quem está lá dentro isso tem o triplo de peso do que estar aqui fora porque é o único lugar que você não imagina que vai sofrer esse tipo de preconceito. As pessoas que estão ali, teoricamente, estão preparadas para isso porque estão lidando com todo o tipo de gente. Como é que alguém tem coragem de falar uma coisa dessa? Me dá vontade de chorar. Sofri essa dor e sei como essa dor pesa lá dentro da gente”, desabafou.