“Faça amor, não faça muros”, campanha da Diesel cutuca Donald Trump com beijo gay

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em vídeo da grife, modelos derrubam muro e casal gay troca beijos

A grife italiana Diesel foi a última integrante da indústria da moda a se posicionar a respeito da presidência de Donald Trump nos Estados Unidos. Para a sua mais nova campanha, a marca escolheu o slogan “faça amor, não faça muros”, uma alusão aos planos do presidente americano de construir um muro na fronteira com o México para restringir a entrada de imigrantes no país.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dirigido pelo fotógrafo David LaChapelle, o vídeo da campanha exibe modelos separados por um muro. Após derrubar a fronteira, o grupo aparece festejando e um casal gay troca beijos — um deles, usando um keffiya, lenço tradicional entre os palestinos. A cena é uma referência a outra campanha clássica de LaChapelle para a Diesel: em 1995, o fotógrafo causou polêmica ao exibir dois marinheiros se beijando em um comerical da marca.

“Na Diesel, nós temos uma posição forte contra ódio e mais do que nunca nós queremos que o mundo saiba disso. Usar a nossa voz para o bem, o amor e a união é crucial para criar uma sociedade em que todos nós queiramos viver, e o futuro que todos nós merecemos”, disse o diretor artístico da marca, Nicola Formichetti, em um comunicado.

Fonte: O Globo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio