Jessica Barros
Jessica Barros modelo trans - foto divulgação

Jessica Barros serviu o Brasil pela Marinha do Brasil – Capitania dos Portos e após se transicionar, ganhou um concurso de Miss Transexual em 2006 e hoje colhe os frutos da sua visibilidade morando na Europa.

Jessica disse que saiu do país por diversos motivos, entre eles a oportunidade de seguir carreira de modelo em Londres. Porém, ela contou que o preconceito vivenciado no Brasil foi uma das coisas que pesou em sua decisão: “É muito triste ver as notícias sobre preconceito contra trans no Brasil e a gente pensa que nunca acontece com a gente, mas acontece”.

Falando sobre um dos episódios de preconceito que vivenciou, a modelo trans contou que já foi barrada no aeroporto por ser trans. “Quando desembarquei no aeroporto e fui para a entrevista de imigração, não aceitaram a minha foto do passaporte, estava desatualizada e diziam que não era eu, foi uma confusão no aeroporto”.


Jessica também contou que sofreu ataques nas redes sociais por revelar já ter feito parte da área militar no Brasil. “Eu nunca sofri preconceito com os colegas do batalhão, mas quando a gente se assume fora da área militar, o preconceito é mais difícil de engolir. É muito difícil sobreviver no Brasil, mas não devemos lutar e baixar nossa cabeça, vamos em frente”.