Mais de quatro mil pessoas foram cadastradas apenas neste ano (Foto Ilustrativa)
PrEP-HIV (Foto Ilustrativa)

Os comprimidos do PrEP podem estar com os dias contados. Pesquisadores descobriram que uma forma injetável de PrEP, medicamento utilizado para prevenir o vírus do HIV, é ainda mais eficaz do que as doses diárias.

Conforme informação do Gay Star News, pesquisadores acreditam que as injeções devem ajudar pessoas que se esquecem de tomar as doses diárias do remédio. Além disso, a discrição pode se tornar um ponto positivo.

O resultado foi obtido após um estudo realizado com 4.570 homens e mulheres trans da Argentina, Brasil, Peru, África do Sul, Tailândia e Estados Unidos, que fazem sexo com homens.


Durante a pesquisa foi percebido que recebiam as as injeções estavam ainda melhor protegidos do HIV. Apenas 0,38% deles contraíram o vírus. Isso é comparado a 1,21% das pessoas que tomam os comprimidos de PrEP.

“A PrEP tem sido um dos desenvolvimentos mais importantes na resposta global ao HIV. Homens gays e outros homens que fazem sexo com homens são desproporcionalmente afetados pelo HIV. Isso é verdade desde o início da pandemia do HIV”, Dr. George Ayala, diretor executivo do MPact.

“Agora, com a PrEP injetável de ação prolongada, gays e mulheres trans podem escolher entre uma variedade de opções de prevenção do HIV acessíveis, positivas para o sexo, fáceis de usar e flexíveis, essenciais para conter novas infecções pelo HIV em nossas comunidades”, completou.