Jonathan Van Ness (Reprodução)
Jonathan Van Ness (Reprodução)

Jonathan Van Ness, um das estrelas do reality Queer Eye (Netflix), usou seu perfil do twitter para rebater um comentário preconceituoso que recebeu por ser uma pessoa que vive com o vírus do HIV.

Apesar de ter sido publicado há meses atrás, o caso só tomou grandes proporções nas últimas semanas, após um jornalista compartilhar um print falando sobre o comentário discriminatório.

“Jonathan tentando seduzir enquanto Ronald Reagan o assiste morrer de AIDS”, disse o homem, que foi identificado como Ben Mora. Informações apontam que ele é um dos funcionários do pré-candidato à presidência dos EUA, Bernie Sanders.


Em seu perfil, Jonathan protestou contra o comentário e chamou atenção sobre o tipo de profissional contratado pelo candidato, que tem se tornado um dos destaques da campanha presidencial nos últimos meses.

“Este é um tweet de um funcionário de Bernie Sanders, de sua conta privada. Quantos funcionários seniors e apoiadores de Bernie viram esse tweet por meses e passaram o pano nesse comportamento? Apoiadores de Bernie precisam ficar mais atentos às suas companhias”.