O time masculino do Brasil de ginástica artística faturou uma dobradinha inédita nesta segunda-feira (29), no Pan-Americano, que acontece em Lima, no Peru. Os ginastas Caio Souza e Arthur Nory, levaram para casa as medalhadas de ouro e prata.

Este é o primeiro pódio brasileiro no individual geral em um Pan, antes os dois haviam apenas ganhado medalhas de prata por equipe nos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, em 2015.

Desta vez os brasileiros finalizaram a disputa com ótimos pontos. Caio contou com seis rotações (solo, cavalo, argolas, salto, paralelas e barra fixa), com 83,500 pontos. seguido por Nory, que obteve 82,950 e o canadense Cory com 82,200.


Neste Pan-Americano, os ginastas ainda podem voltar ao pódio através das disputas individuais. Nory é o único da equipe que vai disputar o maior número de finais: três – solo, barras paralelas e na barra fixa. Já Caio estará na final das paralelas também e nas argolas, ao lado do colega de equipe Arthur Zanetti, atual vice-campeão olímpico.