Dwight Howard e Masin Elije
Dwight Howard e Masin Elije (FOTO: Reprodução/Instagram)

O jogador de basquete Dwight Howard, falou pela primeira vez após ter sido acusado de ameaçar de morte e viver um suposto relacionamento escondido com o influenciador transgênero, Masin Elije.

Em entrevista exclusiva ao Fox Esportes, Dwight voltou a afirmar que nunca conheceu o jovem e que não sabe o porque dos ataques. O caso veio a público há mais ou menos um ano.

Segundo Masin, os dois haviam se encontrado em uma festa, trocaram olhares e, algumas semanas depois, eles começaram a se falar via Instagram. Logo depois trocaram fotos íntimas e fizeram videochamadas. No entanto, a briga começou quando Masin queria ser assumido para a família do esportista.


“Eu não sou gay. Por que é que alguém que nunca vi na vida, diz algo como isto sobre mim? A princípio, doeu muito passar por isso. Doía. Me sentei em casa e pensei ‘não quero sair daqui’. Me perguntava por quê?”, disse o jogar na entrevista.

Na entrevista, Dwight ainda relatou que depois o caso foi vítima de preconceito nas redes sociais. “Vi muito ódio, ódio em estado puro de gente que nem conheço. Penso que tudo isso me libertou, porque pude ver como muitas pessoas se sentem. As pessoas têm medo de ser quem realmente são. Têm medo de dar um passo em frente e de ser como são porque estão assustadas pelo que os outros podem dizer ou pensar. Esta situação me fez ver que não quero ser assim. Quero ser livre”, finalizou.

Após a entrevista do astro do basquete ir ao ar, Masin usou suas redes sociais para falar novamente sobre o caso. De acordo com ele, as acusações se matem de pé sobre o suposto relacionamento.