Erika Hilton pede que Câmara de SP tenha CPI para apurar crimes contra trans

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Erika Hilton logrou-se como uma das vereadoras mais votadas em todo o país. Entre suas pretensões políticas, está a diminuição de crimes contra pessoas trans, visto que o número é alarmante.

Nesse sentido, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou, nesta terça-feira (23), um requerimento que tem como intento criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a violência contra pessoas trans e travestis na cidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Infelizmente, este não é um caso isolado”, escreveu Hilton na justificativa do requerimento. “Lorena foi mais uma vítima da violência de gênero que afeta pessoas trans e travestis e do descaso do Estado nos cuidados da saúde específica dessas pessoa“, enfatizou.

Recentemente, em entrevista, Erika recordou do episódio que acometeu Marielle, vereadora morta em 2018 por motivações políticas. Hilton destacou que tem receios. “Tenho orgulho de ser comparada a ela, mas temo que minha história termine do mesmo jeito”, diz.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio