Foto Ilustrativa (Foto: Reprodução)

O casal formado por Scott e Adam sofreu homofobia por um funcionário do aplicativo “London Deliveroo”, na última semana. De acordo com o Põe na Roda, o profissional foi suspenso, e será investigado.

Tudo começou quando o casal andava de mãos dadas, quando o entregador chamou ambos de “bichas”, em um tom agressivo. O rapaz ainda os xingou de “nojentos, e afirmou que a “bruxaria voltaria à eles.

“Enfrentamos isso [homofobia] todos os dias. Mesmo em Londres, onde podemos nos sentir incrivelmente livres, ainda há trabalho a ser feito e, embora seja cansativo e possa nos esgotar, temos que continuar avançando”, disse Scott.


Scott também se prolongou e afirmou que essa é uma realidade diária de pessoas LGBTQIA+ “Sabemos usar esse privilégio, por exemplo, para relatar tudo o que acontece, sabendo que provavelmente devido ao nosso tom de pele, seremos ouvidos”, falou ele.

A empresa garante que o funcionário que está suspenso, após ser detido pela polícia, será bem investigado, e se descoberto o crime de ódio, será demitido imediatamente, já que não “compactuam”, com a homofobia.

“Deliveroo adota uma abordagem de tolerância zero a qualquer forma de discriminação. O incidente foi tratado com urgência por nossa equipe e imediatamente tomamos medidas para suspender o ciclista enquanto uma investigação é realizada. O funcionário terá seu contrato com a Deliveroo terminado com efeito imediato, uma vez que tenhamos realizado a devida diligência necessária para confirmar o incidente”, disseram.