Regina Volpato

Regina Volpato, uma das grandes musas LGBT brasileiras, esteve na noite da última sexta, 29, em live exclusiva com o Observatório G, falando sobre isolamento social, dicas de como driblar a solidão, sua relação com a nossa comunidade e de seus projetos, incluindo o sucesso “Tinderzão da Regina“, onde dá dicas de relacionamentos.

Volpato, que tem feito parte do seu conteúdo de casa por conta da pandemia do novo Coronavírus, contou que acredita que este seja um momento de extrema reflexão para todo mundo que deve (ou precisa) passar a ver o que realmente importa: “o que a gente tem que ter ao nosso redor, o que vale a pena, vai ficar, o resto é um excesso que não precisamos”.

Perguntada sobre sua relação com a população LGBTQIA+, a apresentadora, escritora e youtuber, contou de desde sempre, ainda pequena, se questionava sobre questões discriminatória e não entendia como pessoas, que eram iguais a ela e todos que a rodeavam, poderiam ser tratadas com tanto preconceito.


“Muito cedo, meus pais perderam amigos LGBT para a AIDS e isso me toca muito até hoje, é uma das questões que me leva a falar sobre mudança, sobre transformação, sobre constante mutação, porque a gente muda a nossa vida e a do outro… tem coisa melhor?”, sobre seu livro “Mudar Faz Bem“.

Regina Volpato dará hoje, dia 30, uma palestra fechada no Facebook e parte da renda será destinada ao projeto Seja Solidário, em Belém do Pará. Para participar basta escrever para projetoreginanasredes@gmail.com. Confira na íntegra a live completa:

View this post on Instagram

#obrigado #gratidão

A post shared by Observatório G (@observatoriog) on