Ellen Page abre o jogo sobre representatividade na série da Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ellen Page é um nome fortíssimo quando o assunto é representatividade nas telas. A famosa costuma falar abertamente sobre o tema e não foi diferente desta vez. A segunda temporada de The Umbrella Academy trouxe um enfoque para a personagem Vanya. Ellen comentou um pouco a respeito.

 “Eu sinto que Vanya está finalmente sendo ela mesma em diversos sentidos. Imagino e espero que isso possa refletir nas pessoas, em suas experiências emocionais, seja através de Vanya, Sissy ou no relacionamento entre elas. Eu sei que, se quando eu era criança, tivesse algo assim na TV, ia significar muito para mim e seria de muita ajuda”, disse.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ela se apaixona por uma mulher nos anos 60 e enfrenta obstáculos, mas também tem a chance de experimentar alegria e beleza, além de abrir seu coração. É uma questão de nuance. Elas estão numa situação complicada, naquela época, mas ainda tem momentos encantadores”, ressaltou.

Recentemente, Page ressaltou, por meio de entrevista, que é cansativo ter que enfatizar que é uma lésbica bem-sucedida. “Estou tão cansada de dizer: ‘Tenho tanta sorte de ser eu mesma no mundo’. É uma merda. Eu não deveria ter que dizer nada disso. Mas no esquema das coisas do mundo, tenho sorte e isso é péssimo”, explicou a atriz. Ela acrescentou: “Tenho sorte de estar em um lugar onde posso ser assumida.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio