Miranda Caê
Miranda Caê Novo Clipe (Foto: divulgação)

O primeiro clipe de Miranda Caê ressalta a audácia de se mostrar como realmente é em suas múltiplas faces. Em conversa íntima com o espelho, “Bicho de Mil Faces” oscila entre o diálogo interior e exterior e formas de superar suas inseguranças.

Com tom melódico em mistura de influências do samba e do R&B, Miranda se releva como expoente da Nova MPB explorando sua voz e timbre próprios. Escrita por Léo Matheus, a letra de “Bicho de Mil Faces” se encaixa perfeitamente à história de Miranda Caê.

“A Miranda surgiu quando eu olhei para mim mesmo e todas as minhas vivências do passado. Para mim, a drag é uma expressão artística que amplia o sentido da minha música. A Miranda existe pela música, como uma figura independente, que vai além de tudo que eu sou”, conta Jadson Siqueira.


Siqueira, que dá vida à Miranda Caê desde 2017, tem experiência em artes, regência e canto coral e agora embarca em sua missão de cantora solo de MPB trazendo sua bagagem nesse novo clipe.

“Ela foi se construindo organicamente com a bagagem corporal que eu adquiri com o estudo de artes. Nela concentro uma energia artística que eu gosto de olhar de fora, como uma terceira pessoa. Uma das ideias com a criação da Miranda era poder me enxergar em outra perspectiva”, completa.

Esse ato singelo, e ao mesmo tempo significativo de se enxergar é o ponto central do clipe, onde o espelho é bastante explorada, além do jogo de luzes e projeções que criam uma estética sensorial e poética.