Diretor de Thor: Ragnarok fala sobre filme ser considerado o filme mais gay da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor Taika Waititi comentou sobre o artigo da revista Vulture que classificou, de forma bem humorada, o filme Thor: Ragnarok como o mais gay da Marvel. O corte de cabelo de Chris Hemsworth como o protagonista, as cenas do Hulk pelado e os lábios azuis de Jeff Goldblum (Grandmaster) são alguns motivos, segundo a publicação que fazem o longa ganhar o título.

Em seu perfil no Twitter, Waiti publicou o link da matéria com uma provocação a outro filme da produtora. “Toma essa ‘Homem’ de Ferro”, brincou o diretor da produção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS:

De viagem à Rússia, Mart’nália revela receio de país homofóbico: “Não vou sair sozinha”

Pabllo Vittar grava clipe com cantora angolana Titica em Portugal 

Apesar da análise, o longa ganhou muitas críticas da comunidade LGBT por ter uma cena que a personagem Valquíria (Tessa Thompson) se revelava bissexual, informação já conhecida pelo público que acompanha a personagem nos quadrinhos e foi cortada da edição final.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio