Lingerie masculina
Lingerie masculina (Moot - foto: reprodução)

Lingerie para homens não é novidade, mas com esse estilo, renda, decote e design, talvez seja, até mesmo para o público gay mais ousado. E acredite, o criador da novidade é um metalúrgico e designer hétero.

Jules Parker (54), metalúrgico, heterossexual e pai de 3 filhos, lançou a ‘Moot’, marca lingerie para homens. Em entrevista à Attitude, Parker diz ser amante de lingerie de longa data e que sempre esteve em busca de peças íntimas que se ajustassem perfeitamente ao seu copo.

Mas a frustração sempre vinha por conta de as peças serem pensadas e moldadas para mulheres, majoritariamente: “se você quiser usar lingerie, ele precisa se adequar a você”, reclama o metalúrgico.


“Sempre atraído pelo lado lindamente anárquico da vida, eu era fã do movimento punk em meus anos de formação (como ser humano) e tenho uma tendência persistente a querer testar um pouco do que devemos aceitar cegamente como a maneira de viver nossas vidas.”

Então ele decidiu criar sua própria coleção de lingerie para homens que, além de encaixar perfeitamente no corpo masculino, explora sensualidade e ousadia, sexualidade e, por que não, fetiches (alguns bem luxuosos e caros).

“Parte da criação do Moot e do design da coleção satisfaz essa paixão por desafiar o ‘status quo’. As peças de roupa que eu estava procurando, como amante de lingerie, tinham que ter renda, tecidos e estilos luxuosos que se encaixam no meu corpo para celebrar a forma masculina em sua verdadeira honestidade.”