Deputado Federal que apresentou Projeto de Lei para “Semana Hétero” já teve experiência gay

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Membro da bancada evangélica na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o Deputado Federal Rodrigo Delmasso (Podemos) apresentou um Projeto de Lei em que propõe a “Semana de Difusão da Cultura Heterossexual”. De acordo com o texto, a terceira semana de junho seria reservada para celebração, que pretende ser um marco “para a sociedade e os valores da família”.

Em entrevista ao jornal Metropoles, porém, o parlamentar revelou já ter vivenciado uma experiência homossexual, mas garante que não sofreu preconceito enquanto gay ao contrário do que acontece – agora –  que é hétero. A possível discriminação, inclusive, foi um dos motivos para a criação do PL.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Para mim, homossexualidade é uma opção. Então, tive uma experiência, não fui muito feliz com ela. Optei em continuar heterossexual. E tenho propriedade para dizer que quem viveu experiências homossexuais pode sair desta vida.”, afirmou.

Questionado sobre o que seria, de fato, a cultura heterossexual ele explicou. “É a cultura do respeito ao próximo, de aceitação do sexo oposto”, disse.

Leia Mais:

Decisão judicial impede que pessoas trans possam se casar na Bolívia

Pabllo Vittar posta nude e causa alvoroço nas redes sociais

“O homem, por exemplo, não pode maltratar e subjugar uma mulher. Por isso, não há nenhum estranhamento quando se fala em dia da valorização da mulher. E olha que não dá nem para falar que as mulheres são minoria. Estatisticamente, não Mesmo assim, a sociedade entendeu que deveria protegê-las contra comportamentos machistas. Da mesma forma, há todo um contexto para se difundir a cultura hétero”, exemplificou.

Casado, Delmasso garantiu não ter nenhuma questão mal resolvida com a sua sexualidade. “De jeito nenhum. Quando conheci minha mulher, aliás, a primeira coisa que contei para ela foi essa situação. Disse: ‘Fiz isso, mas não faço mais’. Já que se casaria comigo, tinha de saber.”

“Depois daquela experiência pontual, tive várias experiências heterossexuais. Casei e hoje não tenho dúvida alguma sobre minha sexualidade. Sou heterossexual, sem sombra de dúvida”, assegurou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio