Dayane Mello não vence ‘BBB Itália’, mas agradece apoio dos brasileiros: “Eternamente grata”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A modelo catarinense Dayane Mello, de 32 anos, foi a representante do Brasil na final do reality ‘Gran Fratello Vip‘, o BBB na Itália. No entanto, apesar dos esforços de boa parte dos brasileiros, ela não conseguiu vencer o prêmio na final que aconteceu na última segunda-feira (1). Ao saber dos mutirões organizados pelos fãs do Brasil, a ex-sister agradeceu.

Através da rede social, ela publicou um vídeo de agradecimento pelo carinho que recebeu durante sua passagem pelo reality show italiano, onde acabou sendo vítima de xenofobia e machismo, após se assumir bissexual. “Oi, Brasil. Estou muito orgulhosa de ser brasileira. Quero realmente agradecer todas as mensagens de amor e carinho, por tudo aquilo que fizeram por mim, quando estava dentro da casa. Muito obrigada, do fundo do coração, vou ser eternamente grata“, disse, em um vídeo no Twitter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fora o julgamento por ser assumir a orientação sexual e paixão por sister, Dayane também passou por uma situação difícil quando estava no programa. Confinada, ela recebeu a notícia sobre a morte do irmão mais novo, Lucas, que morreu após um acidente de carro em Lontras, Santa Catarina. 

Na ocasião, ela quis continuar no jogo dizendo que era isso que o irmão dela gostaria que ela fizesse. Dayane Mello ficou em 4º lugar na quinta edição do ‘Grande Fratello VIP‘, que é o Big Brother italiano composto só por celebridades. A paisagem da modelo no reality, causou bastante repercussão e por conta do apoio dos brasileiros, os italianos ameaçaram interferir na votação do BBB 21, da Globo. No paredão de Gil, Juliette e Arthur, eles ameaçaram votar para eliminar o doutorando de economia, para dar o troco.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio