Daniel Radcliffe e J.K. Rowling (Reprodução)
Daniel Radcliffe e J.K. Rowling (Reprodução)

O ator Daniel Radcliffe resolveu nesta segunda-feira (8), se pronunciar publicamente sobre o caso de transfobia envolvendo J.K. Rowling, autora da franquia Harry Portter.

Através de uma publicação no site Trevor Project, organização que luta pelos direitos da comunidade LGBTQ+, Daniel defendeu pessoas transgênero e disparou: “Mulheres trans são mulheres”.

E completou: “Qualquer declaração ao contrário disso apaga a identidade e dignidade de pessoas transgêneros e vai contra todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde que tem muito mais experiência no assunto que J. K Rowling ou eu”.


Apesar de discordar e apontar um posicionamento transfóbico de Rowling, o artista fez questão de afirmar que não está travando uma briga pública, mas que, como um aliado da causa LGBT, não poderia ficar calado diante do ocorrido.

“Sei que alguns veículos da imprensa vão falar que brigamos, mas não é isso. Enquanto Jo é a responsável pelo caminho que tomou a minha vida, mas contribuindo com o Trevor Project há mais de 10 anos, até como ser humano, me sinto na obrigação de dizer algo neste momento”, declarou.