Damares critica Drauzio Varella por usar termo ‘pessoa com vagina’

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, criticou o médico Drauzio Varella após uma publicação em uma rede social, onde ele usa o termo “pessoa com vagina” para falar sobre candidíase.

O termo escolhido pelo médico especialista, não passou despercebido aos olhares da ministra da Mulher, que rebateu a publicação. Através da seu perfil oficial do Facebook, Damares Alves escreveu: “Pessoas com vagina? Sou mulher, nasci mulher! Coloque lá em seu twitter, doutor Drauzio, a palavra MULHER. Respeito as trans, luto para que elas sejam cuidadas com todo carinho e dignidade, mas por favor doutor, não diga que mulheres são pessoas com vaginas”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela ainda ressaltou: “Saibam todos que as próprias trans respeitam a palavra MULHER! Conseguem imaginar o nome do nosso MMFDH mudado para MINISTÉRIO DA PESSOA COM VAGINA, DA FAMÍLIA E DOS DIREITOS HUMANOS? Reitero meu respeito à comunidade trans, mas quero ser chamada de mulher!”.

A publicação

A publicação do médico Drauzio Varella, altamente criticada por Damares Alves, foi postada no dia 27 de janeiro deste ano. Nela, o profissional da saúde usa a rede social do Twitter para falar sobre a candidíase, uma infecção na região genital que é mais comum na vagina do que no pênis. “A candidíase atinge até 75% das pessoas com vagina em alguma fase da vida e, embora haja essa confusão, ela não é sexualmente transmissível (…)”, diz a postagem nas redes sociais.

PESSOAS COM VAGINA?Sou mulher, nasci mulher!Coloque lá em seu twitter, doutor Drauzio, a palavra MULHER. Respeito…

Posted by Damares Alves on Saturday, January 30, 2021

Repercussão na web

Não foi só a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos que reagiu ao termo escolhido pelo médico. Na internet, muitos seguidores também comentaram a fala. Um internauta do Twitter escreveu: “Mais uma declaração, no mínimo, menosprezando as mulheres. Você se consultaria com um médico que se refere a mulheres como “pessoas com vagina”?”.

Um segundo seguidor escreveu: “Esse papo do senhor que para mim não é médico ficar chamando nós mulheres de pessoas com vagina é um absurdo! ele tem que ser caçado, como ele vai cuidar de alguma mulher assim! Que nojo!e pior que a mulekada que nem saiu das fraldas concordam com ele! fizeram lavagem cerebral!”.

Teve também quem concordou com o termo usado pelo médico. “Só as sonsiane preconceituosas destilando ignorância por aqui. Há sim pessoas com vagina e não só mulheres nesse mundão afora. Se você não consegue respeitar isso, recolha-se na sua humilde insignificância”, escreveu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio