Curta narra o dilema de uma criança em dúvida sobre qual opção de gênero colocar em uma atividade escolar

O filme Estranho Ímpar é inspirado em poema de Carlos Drummond de Andrade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O curta-metragem ‘Estranho Ímpar‘ mostra o dilema de um menino de 8 anos que se vê perdido e pressionado sobre suas definições de sexualidade. O filme é dirigido por Beto Oliveira e inspirado no poema “Todo ser humano é um estranho ímpar” de Carlos Drummond de Andrade. O filme pode ser assistido através da plataforma TodesPlay.

A cena é ambientada no ano de 1986 e narra o dilema de uma criança em dúvida sobre qual opção de gênero colocar em uma atividade escolar, por não se enquadrar em nenhuma das opções, feminino ou masculino. O garoto decide assinar um X em uma página em branco, traduzindo que ele não se enquadra em nenhuma das opções disponíveis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com duração de 15 minutos, o curta apresenta um mundo que não está preparado para tratar a iniciação à pré-adolescência de suas crianças. A mãe do aluno se vê pressionada após a professora relatar o acontecimento a ela. Motivada por querer que seu filho se reconheça no gênero masculino, a mãe tenta de diversas formas fazer com que seu objetivo se realize. O filme nos leva pela inocência da infância dos anos 80 ao mostrar uma classe de estudantes juvenil debatendo sobre questões cotidianas, evidenciando que crianças são apenas crianças. O drama conta com músicas melancólicas de bandas de rock da época e ambientes coloridos e infantis.

O trabalho de direção foi muito sensível em conseguir trazer o universo infantil de uma forma tão primorosa e cuidadosa. O filme não é guiado somente pelo diálogo e os silêncios se mostram tão necessários e escurecedores do que se passa na cabeça daquelas crianças“, diz Ana Caroline, produtora e responsável pela curadoria na plataforma TodesPlay.

Ainda de acordo com ela, os pais do garoto mostram o despreparo que os adultos têm para guiar os jovens nesse momento tão confuso e assustador. “Esse núcleo familiar me fez refletir sobre como essa jornada de descoberta também se mostra um desafio para os pais, afinal eles precisam ao mesmo tempo enfrentar seus próprios tabus e oferecer amparo aos seus filhos“, finaliza a produtora.

A produção audiovisual pode ser conferida na TodesPlay – plataforma de streaming voltada para exibição de conteúdo identitário, dando prioridade a produções audiovisuais negras, LBGTQ+ e indígenas. O Estranho Ímpar tem classificação indicativa a partir dos 10 anos.

Serviço:
Onde assistir: http://todesplay.com.br
Assinatura: R$ 6,90 nos primeiros 10 meses

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio