Cultura

Com o lançamento de Matrix 4, diretora trans entrará para história do cinema

Foi confirmado na noite de ontem (10/08) o lançamento do quarto filme da série Matrix, uma das franquias de maior sucesso da história do cinema. Lana Wachowski também foi confirmada como roteirista e diretora do filme, se tornando a primeira mulher abertamente transgênero a dirigir um blockbuster em Hollywood. 

O primeiro filme da saga “Matrix” foi lançado em 1999, sendo considerado um divisor de águas para a ficção científica. Nos anos seguintes, dois novos filmes foram lançados, “Matrix Reloaded” e “Matrix Revolutions”. Todos os filmes foram escritos e dirigidos por Lana Wachowski que, na época, ainda não era aberta sobre sua identidade de gênero.

Agora, mais de dezesseis anos após o lançamento do último filme, Lana foi confirmada pela Warner Bros Pictures como escritora, diretora e produtora do novo volume da saga, que deve começar a ser filmado em 2020. “Não podemos conter a emoção de voltar a entrar na ‘Matrix’ com Lana Wachowski. Lana  é uma verdadeira visionária, uma cineasta criativa, singular e original. Estamos encantados que ela escreva, dirija e produza este novo capítulo no universo de ‘Matrix’” disse o presidente da Warner Bros Pictures, Toby Emmerich.

Continua depois da publicidade

Apesar de trabalhar junto à irmã na trilogia original, Lilly Wachowski, que também é uma mulher transgênero, não retornará para Matrix 4. Lana e Lilly foram responsáveis pela primeira temporada da série Sense8, da Netflix. Entretanto, Lilly abandonou o projeto nas temporadas seguintes.

Conteúdo patrocinado

Observatório da Televisão

Observatório do Cinema

Observatório dos Famosos