Ruby Rose como Batwoman (Reprodução)
Ruby Rose como Batwoman (Reprodução)

A roteirista e criadora de Batwoman, Caroline Dries, garantiu aos fãs do seriado que não vai dar um final trágico para a personagem Kate Kane, após a atriz Ruby Rose deixar o protagonismo da produção.

Através de uma publicação no Twitter, Caroline rebateu as críticas usavam o termo “bury your gays” (“enterrem seus gays”, em tradução livre). O movimento é uma crítica a filmes e séries que acabam dando finais trágicos para pessoas LGBTQ+.

“Como uma lésbica que tem trabalhado como roteirista pelos últimos quinze anos, estou muito ciente da tradição de “Bury Your Gays” e não tenho nenhum interesse em participar disso”, iniciou.


“Como vocês, eu amo Kate Kane – ela é o motivo pelo qual eu quis fazer a série. Nunca vamos apagá-la. Na verdade, seu desaparecimento será um dos mistérios da segunda temporada”, completou ela.

Sem dar muitos detalhes, nos últimos dias a produção confirmou que Batwoman vai contar como uma nova protagonista, nomeada como Ryan Wilder. Ela é descrita como “adorável, atrapalhada, um pouco boba e sem filtro.

A nova descrição da personagem ainda garante que o título da super-heroína vai passar para uma outra mulher lésbica: “Altamente qualificada e extremamente indisciplinada. Uma lésbica assumida. Atlética. Crua. Apaixonada. Falível”.