Renan Bolsonaro e presidente Jair Bolsonaro (Reprodução)
Renan Bolsonaro e presidente Jair Bolsonaro (Reprodução)

Jair Renan Bolsonaro, conhecido como filho 04 do presidente Jair Bolsonaro, gerou polêmica na web nesta quinta-feira (30), após fazer uma declaração considerada homofóbica por internautas sobre o coronavírus.

Através de um vídeo que circula nas redes sociais, Renan aparece afirmando que o coronavírus é uma “gripezinha” e que prefere “morrer transando do que morrer tossindo”.

“Vamos pra rua na pandemia, tá ok? Pô, que pandemia, malandro? Isso é história aí da mídia, pra trancar você em casa e achar que o mundo está acabando. Pô, é só uma gripezinha, irmão. Peguei, passou. Prefiro morrer tossindo do que morrer transando”, declarou Renan Bolsonaro.


A fala de Renan foi a mesma disparada pelo cantor Leonardo no início da crise do COVID-19 no Brasil. Durante um de seus shows, o sertanejo parou a apresentação e comparou a pandemia aos casos de HIV+.

“Trinta milhões de pessoas no Brasil têm HIV. Trinta milhões. Pra ser sincero… ninguém usa camisinha. Agora 900 casos de… tem que usar máscara! Eu cheguei à conclusão de que a gente morrer f*dendo é melhor que morrer tossindo”, disse Leonardo.